POESIAS EM FOCO

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

DOCE MEL



***
O doce mel dos seus olhos
Minha guarida se fez,
E a sua boca matreira
Veio eriçar minha tez
...
E a minha ríspida noites
Sua boca fez definhar,
Com sismos e faceiros beijos
Veio o meu fogo atiçar...
...
Das suas mão recebi
Luz ternura e calor,
Da sua boca matreira
O espargir do amor...
...
E assim, enamorados
Fez-se senhora da razão,
E na penumbra do quarto
O exaurir da paixão.

***









7 comentários:

  1. Bonito seu poema. Bom dia!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Belo versar...como sempre!
    Parabéns amigo poeta!
    Abraços...com carinho...Mila.

    ResponderExcluir
  3. Que delícia de poema amigo e com um final surpreendente... Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Vantuillo,perfeito e maravilhoso esse poema de sedução e paixão!Adorei!Bjs,

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, poeta.Amei a sua poesia cheia de paixão e sensualidade!Que doce e entregue amor!Seus versos foram de uma delicadeza linda.
    Beijo grande, e excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
  6. Olá poeta!que inspiraçao.Me apaixonei pelo teus versos e vou te seguir.Visite-me e siga-me se puder.Abraços poéticos.lenypereira.blogspot.com

    ResponderExcluir